Ir Arriba

Enfrentar a mudança climática requer decidida ação intersetorial, afirma IICA

Durante su participación en el evento, Otero (centro) recalcó la oportunidad que tiene la agricultura por ser parte de las soluciones para enfrentar el cambio climático, y la disposición del IICA de trabajar con países y bloques de naciones que también asuman este reto seriamente.
Durante sua participação no evento, Otero (centro) enfatizou a oportunidade que a agricultura tem, por ser parte das soluções, para enfrentar a mudança climática, e a disposição do IICA de trabalhar com países e blocos de nações que também assumem este desafio seriamente.

San José, 13 de dezembro de 2019 (IICA). Enfrentar a mudança climática e aumentar a resiliência ante os eventos climáticos de grande magnitude requerem um claro enfoque intersetorial, no qual participam decididamente os setores agrícola, ambiental e social, entre outros, assim como a forte intervenção da sociedade civil e do setor privado, enfatizou o Diretor Geral do IICA, Manuel Otero, durante a Conferência das Partes da Convenção Marco da ONU (COP25), que trabalha com este tema.

Otero, que encabeçou a delegação do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) que participou da COP25 em Madri, na Espanha, e que finaliza neste 13 de dezembro, foi um dos oradores de um evento organizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), com apoio do CGIAR (Consultative Group on International Agricultural Research).

“Enfrentar a mudança climática não é um tema somente dos ministérios da agricultura, deve-se assumir um claro enfoque interministerial e, além disso, não basta somente a ação do Estado, a sociedade civil e o setor privado também devem ser atores importantes”, defendeu Otero no painel ante autoridades públicas e empresários internacionais.

“A mudança climática supera as fronteiras. Por isso, é fundamental uma abordagem supranacional. Também se requer contar com sistemas de alerta antecipado para prenunciar seus efeitos e aumentar a resiliência dos setores produtivos, no lugar de ter de atuar somente a partir de suas consequências”, completou.

O Diretor Geral do IICA propôs ao rol de instituições de pesquisa vinculadas ao setor agrícola incorporar a dimensão ambiental em seus trabalhos, além de instar a redefinição das estratégias de extensão, de modo que a promoção do desenvolvimento territorial inclua as boas práticas ante às mudanças climáticas.

De fondo parte de la muestra fotográfica “Mujeres Rurales en América: sembrando hoy la agricultura del futuro”, que presentó el IICA en la COP25 en Madrid.
Ao fundo, parte da mostra fotográfica “Mulheres Rurais na América: semeando hoje a agricultura do futuro”, que o IICA apresentou na COP25 em Madri.

“A agricultura tecnificada, sustentável e de baixo carbono pode mudar a equação dos modelos de desenvolvimento, há que se apoiar e empoderar os jovens rurais para que sejam os primeiros a adotar as novas tecnologias”, disse Otero.

No âmbito da COP25, ele enfatizou a oportunidade que a agricultura tem, por ser parte das soluções, para enfrentar às mudanças climáticas. E afirmou que o IICA está disposto a trabalhar com países e blocos de nações que também assumam este desafio seriamente.

“Não é moda, tem de se internalizar este tema nas agendas dos países”, frisou.

A delegação do IICA na COP 25 foi formada por Otero e Federico Villarreal, diretor de Cooperação Técnica; Gabriel Rodríguez, gerente de Projetos; Karen Montiel, gerente do Programa de Mudança Climática, Recursos Naturais e Gestão de Riscos Produtivos; e Kathya Fajardo, especialista deste programa.

Também fez parte da delegação a equipe da Oficina Permanente para Europa do IICA, coordenada por Soraya Villarroya que, também organizou, junto com parceiros, a mostra fotográfica “Mulheres Rurais na América: semeando hoje a agricultura do futuro”, que em exposição na Zona Verde da COP e foi vista por mais de 15.000 pessoas. 

Mais informação:
Gerência de Comunicação Institucional. 
comunicacion.institucional@iica.int