Languages

  • Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura
  • A agricultura, prioridade para o desenvolvimento sustentável das Américas

IICA participa do lançamento do Plano Safra 2018/2019

IICA participa do lançamento do Plano Safra 2018/2019

Plano é marcado por aumento do volume de recursos para agricultores

Brasília, 5 de julho, 2018 (IICA).    O governo federal lançou, nesta quarta (4), o Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2018/2019, mais conhecido como Plano Safra, para financiar e apoiar a comercialização da produção agropecuária brasileira.  O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) participou da solenidade de lançamento, promovida pelo Banco do Brasil, que opera cerca de 60% dos recursos.

Da esq. para a dir.: Secretário Especial da Agricultura
Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Jefferson Coriteac;
Presidente do Banco do Brasil , Paulo Caffarelli;
Caio Rocha, Coordenador Regional Sul do IICA

Com redução de 1,5 ponto percentual nas taxas de juros do crédito rural, foram anunciados R$ 194,37 bilhões para financiar e apoiar a comercialização da produção agropecuária brasileira. Os recursos poderão ser acessados pelos agricultores entre 1º de julho deste ano e 30 de junho de 2019.

Ao citar dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Coordenador Regional Sul IICA, Caio Rocha, ressaltou a importância da inovação na agricultura. “Se fizermos uma análise do crescimento da produção de grãos do Brasil dos últimos 26 anos, ela aumentou 240%, ou seja, 3,4% ao ano, enquanto a área plantada cresceu 60%, ou seja, 1,6% ao ano. Este salto de produtividade só é possível com investimento em tecnologia”, afirmou.

Destaques
O Plano anuncia maior apoio para o financiamento de construção de armazéns com capacidade de até 6 mil toneladas nas propriedades dos pequenos e médios produtores rurais e à recuperação de reserva legal e de áreas de preservação permanente no âmbito do Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC). Para essas finalidades, o governo concede taxas de juros favorecidas de 5,25% ao ano.

Caio Rocha e Blairo Maggi, ministro da Agricultura

O Programa ABC, que objetiva apoiar e financiar práticas e tecnologias agropecuárias sustentáveis, teve o limite alterado de R$ 2,2 milhões para R$ 5 milhões para todas as finalidades financiáveis. O IICA desenvolve, em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), estudos no âmbito do Programa ABC. Entre os principais resultados dessa cooperação está a criação dos projetos Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono e Pecuária de Baixa Emissão de Carbono, que têm o intuito de avaliar e difundir alternativas de produção sustentável e economicamente viáveis.

Caio Rocha também destacou o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp). “O Brasil possui cerca 4 milhões de agricultores familiares e menos de 400 mil agricultores na classe média. O Pronamp traz a mobilidade social dos agricultores, representa um investimento que o país faz para que os agricultores passem a ser médios produtores”.

 

Ir Arriba