• Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura
  • A agricultura, prioridade para o desenvolvimento sustentável das Américas

IICA lança fórum virtual para promover o empoderamento das mulheres rurais

IICA lança fórum virtual para promover o empoderamento das mulheres rurais

Disponível em mujeresrurales.iica.int, funcionará como um espaço para compartilhar informações e dados que gerem consciência sobre as desigualdades que enfrentam as habitantes rurais e permitam executar ações que garantam a equidade.

San José, 4 de julho, 2019 (IICA). Propiciar um espaço que gere consciência e evidencie o papel fundamental das mulheres rurais para a produção de alimentos no mundo, assim como promover seu empoderamento e a melhoria de suas condições socioeconômicas, são os objetivos do fórum virtual de discussão “Lutadoras”, criado pelo Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

No fórum serão compartilhados temas e dados vinculados às mulheres rurais para a reflexão sobre as condições que enfrentam diariamente nos territórios rurais das Américas, as quais se traduzem em um freio em seu próprio desenvolvimento e de seus países.

A iniciativa está disponível no site mujeresrurales.iica.int, correspondente também ao livro Lutadoras, uma compilação de visões e artigos sobre as mulheres rurais no qual se detalham dados e estatísticas sobre esta população. Os textos, compilados pelo IICA, buscam evidenciar porque é urgente criar mais oportunidades para as habitantes do campo.

“O fórum apresenta informações para dar consciência das desigualdades que vivem as mulheres nos diferentes espaços em que participam e, assim, promover ações que lhes garantam a equidade e a igualdade. Às mulheres rurais devemos seu trabalho na produção e na comercialização de alimentos e no cuidado com o ambiente”, enfatizou o Diretor Geral do IICA, Manuel Otero.

Na América Latina e no Caribe há 59 milhões de mulheres que vivem do campo e quase 40% delas não têm sua renda própria. Menos de um terço das mulheres rurais possui a titularidade da terra em que vive.

De acordo com um estudo do IICA, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), na América Latina e no Caribe, três quartos dos lares que são encabeçados por mulheres se classificam como inativos ou na agricultura autônoma, apesar de que nos últimos anos as taxas de participação feminina na força de trabalho e a de chefias femininas aumentaram na região.

“O lançamento do fórum é parte do esforço que se está realizando para que o IICA conte com mais ferramentas conceituais e metodológicas, assim como espaços para a discussão do tema de gênero e mulheres rurais. Nosso compromisso com as mulheres rurais é real”, concluiu Otero.

Mais informações

Gerência de Comunicação Institucional do IICA.

comunicacion.institucional@iica.int

 

Ir Arriba