• Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura
  • A agricultura, prioridade para o desenvolvimento sustentável das Américas

Acordo Senasa-IICA permitirá a melhoria contínua dos serviços de sanidade agropecuária e inocuidade de agroalimentos na Argentina

Acordo Senasa-IICA permitirá a melhoria contínua dos serviços de sanidade agropecuária e inocuidade de agroalimentos na Argentina

O convênio foi assinado em Buenos Aires pelo presidente do SENASA, Ricardo Negri, e o Diretor-Geral do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Manuel Otero. Contribuirá para o fortalecimento da sanidade agropecuária, a qualidade e a inocuidade dos agroalimentos, potencializando as capacidades e os serviços prestados pelo SENASA.

O convênio, assinado em Buenos Aires pelo presidente do SENASA, Ricardo Negri (à direita), e pelo Diretor-Geral do IICA, Manuel Otero (à esquerda). Foto cedida por: Senasa Argentina.

Buenos Aires, 1º de março, 2019 (IICA) - Um acordo assinado entre o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar (SENASA) da Argentina e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) permitirá a implementação de novas ações para a melhoria contínua dos serviços do país em matéria de sanidade agropecuária e inocuidade dos agroalimentos.

O convênio, assinado em Buenos Aires pelo presidente do SENASA, Ricardo Negri, e o Diretor-Geral do IICA, Manuel Otero, promoverá também intercâmbios de experiências com instituições públicas e privadas vinculadas aos serviços de sanidade agropecuária e inocuidade dos agroalimentos do hemisfério americano.

Também servirá para a identificação e o desenvolvimento de projetos e atividades vinculados ao fortalecimento da sanidade agropecuária, qualidade e inocuidade dos agroalimentos, potencializando as capacidades e os serviços prestados pelo SENASA.

"Esse acordo vai ajudar na modernização do SENASA e a melhorar sua capacidade na prevenção de doenças e pragas em diferentes áreas de nosso país", disse o funcionário argentino.

"Estamos melhorando a institucionalidade com o trabalho conjunto. Para o SENASA, o IICA é um organismo muito importante por duas razões: pode trazer experiências de outros países para melhorar a gestão em muito do que fazemos, e pelo papel que desempenha o IICA como Secretaria de Coordenação do trabalho do CAS (Conselho Agropecuário do Sul) e de todos os organismos que dependem do CAS em termos de convergência, normativas, de resolução de problemas em termos de segurança animal, vegetal e inocuidade", acrescentou Negri.

O Diretor-Geral do IICA, por sua vez, indicou que atribui "expectativas especiais ao acordo do SENASA com o IICA, que é uma instituição de liderança não apenas da sanidade, mas também da qualidade e inocuidade dos alimentos".

Otero também salientou que "o SENASA está em um processo irreversível de modernização aportando transparência e reduzindo uma série de trâmites, algo muito importante para a comercialização externa e para prover alimentos seguros, mais baratos, que cheguem em tempo hábil à mesa do consumidor. Os temas identificados permitirão fortalecer relações e realizar ações conjuntas em nível nacional e regional ".

Além de Negri e Otero, participaram da assinatura do acordo, celebrado na sede do SENASA em Buenos Aires, funcionários do IICA como Jorge Werthein, Assessor Especial do Diretor-Geral, a especialista em políticas Edith Obschatko, o especialista em Sanidade Agropecuária, Tomas Krotsch, e por parte do SENASA, o Coordenador de Relações Internacionais, Miguel Donatelli, e Guillermo Rossi, Vice-Presidente do órgão.

Mais informação:

Gerência de Comunicação Institucional

comunicacion.institucional@iica.int

 

Ir Arriba